[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] Movido por raça e torcida no Castelão, Ceará vence Bahia e é campeão do Nordestão | Ceará | Esportes O POVO
Logo Portal O POVO Online

Esportes

  • Ceará
  • Fortaleza
  • Ferroviário
  • Grêmio
  • Internacional
  • Flamengo
  • Vasco
  • Botafogo
  • Fluminense
  • Corinthians
  • São Paulo
  • Santos
  • Palmeiras
  • Cruzeiro
  • Atlético-MG
rss

Ceará Ceará

Especiais

Receba as notícias

RSS

29/04/2015 - 23h44

Movido por raça e torcida no Castelão, Ceará vence Bahia e é campeão do Nordestão

FOTO: FCO FONTENELE / O POVO

Suor, pulso firme e lágrimas eternizaram a noite de um Castelão lotado por alvinegros. O Ceará venceu o Bahia nesta quarta-feira, por 2 a 1, e pode enfim desengasgar o grito: o Vovô é campeão da Copa do Nordeste 2015. Diante de público recorde no estádio - 63.903 - o time cearense não deu chances ao adversário e ergueu a taça inédita de forma invicta.

O adversário atrasou o início da partida em 15 minutos. Tática antiga para desestabilizar o rival ou seja o que for, o fato não influenciou no ímpeto dos anfitriões. O Ceará foi a campo de olhos arregalados. Arraigado na sede pela taça. Mesmo a pressão venenosa do Bahia não tremulou os focados jogadores alvinegros no Castelão. Firme e de sangue frio, a defesa do Vovô parou Kieza, Souza e companhia no primeiro tempo. E assim também decidiu. Aos 15, o zagueiro Charles recebeu cruzamento de Ricardinho e cabeceou: 1 a 0. O estádio de Copa do Mundo quase foi abaixo com os pulos da torcida.

A volta do intervalo veio para deixar claro que a melhor defesa do Regional merecia os aplausos alvinegros. Logo aos seis minutos, outro zagueiro, Gilvan, acertou cabeceio letal contra as redes de Jean. Os defensores alvinegros cresceram de uma pequena área até a outra. Mitificados por urros da multidão emocionada. O hino oficial do clube centenário ecoou no estádio. As lágrimas dos "cantores" escorreram sem medos de reviravoltas.

O tricolor baiano partiu ao bombardeio desenfreado. Subiu ao ataque com Souza, Tiago Real, Kieza, com tudo o que tinha. Aos 43, Biancucchi diminuiu em saída de bola errada do goleiro. Nada que tirasse invencibilidade cearense na Copa do Nordeste 2015. De Luís Carlos até Magno Alves, consolidou-se um Ceará que sabe impor respeito pela regularidade e consistência. Na 'Lampions League', os fracos realmente não têm vez. Forte e bravio foi o Alvinegro de Porangabuçu.

Ficha técnica

Ceará 2 x 1 Bahia

Local: Arena Castelão, em Fortaleza-CE
Data: 29/4/2015
Horário: 22 horas
Árbitro: Italo Medeiros de Azevedo-RN
Assistentes: Lorival Cândido das Flores-RN e Luís Carlos Câmara Bezerra-RN
Gols: Charles (15min/1T), Gilvan (6min/2T), Maxi Biancucchi (43min/2T)
Cartões amarelos: Pittoni (BAH), Uillian Correia (CEA), Wescley (CEA)
Cartões vermelhos:
Público: 63.399 (pagantes), 504 (não pagantes)
Renda: R$ 1.807.162,00

Ceará (4-3-3): Luís Carlos; Samuel Xavier, Gilvan (Sandro), Charles, Fernandinho; Sandro Manoel, Uillian Correia, Ricardinho; Assisinho (Tiago Cametá), Wescley (Marcos Aurélio), Magno Alves. Técnico: Silas.

Banco: Tiago Campagnaro, Tiago Cametá, Sandro, João Marcos, Jean Kléber, Marcos Aurélio, William, Everton, Eloir, Carlão, Wellington Carvalho, Gustavo.

Bahia (4-4-2): Jean; Tony (Tchô), Robson, Titi, Bruno Paulista; Pittoni (Willians Santana), Souza, Rômulo (Zé Roberto), Tiago Real; Maxi Biancucchi, Kieza. Técnico: Sérgio Soares

Banco: Omar, Tales, Adriano Alves, Feijão, Patric, Willians Santana, Gustavo Blanco, Zé Roberto, Mateus, Tchô, Yuri.

Compartilhar
Espaço do Leitor As informações são de responsabilidade do autor:
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários Nome Cidade Escreva seu comentário 300
o povo
anônimo
twitter
facebook
Erro ao renderizar o portlet: EN_Clubes

Erro: No module named aplication
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: EN_Destaque Video Interna

Erro: No module named aplication