[an error occurred while processing this directive][an error occurred while processing this directive] Ferroviário é rebaixado para Segunda Divisão do Campeonato Cearense | Ferroviário | Esportes O POVO
Logo Portal O POVO Online

Esportes

  • Ceará
  • Fortaleza
  • Ferroviário
  • Grêmio
  • Internacional
  • Flamengo
  • Vasco
  • Botafogo
  • Fluminense
  • Corinthians
  • São Paulo
  • Santos
  • Palmeiras
  • Cruzeiro
  • Atlético-MG
rss

Ferroviário Ferroviário

Especiais

Receba as notícias

RSS

15/04/2012 - 19h21

Ferroviário é rebaixado para Segunda Divisão do Campeonato Cearense

Foto: Fábio Lima/ O POVO
Torcida do Ferroviário lamenta o rebaixamento para a 2ª Divisão do Campeonato Cearense

Bruno Balacó
Portal Esportes O POVO

O pôr do sol deste domingo (15) marcou o momento mais sombrio da história de 78 anos do Ferroviário. Num fim de tarde que torcedor coral nenhum vai esquecer, o clube conheceu o rebaixamento inédito para a 2ª Divisão do Campeonato Cearense.

>> Blog Gol: Triste sina coral

>> Blog do Mac: Queda prevista. E agora, Ferrão?

O time até que fez sua parte ontem. Venceu o Guarani de Juazeiro por 2 a 1, mas a vitória do Icasa sobre o Itapipoca (3 a 0) manteve o Tubarão da Barra entre os três últimos na tabela.

Ao fim da partida, realizada no Moraisão, em Maranguape, grande parte da torcida coral ficou calada, enlutada. A outra parte foi em direção ao alambrado, para xingar os jogadores e o técnico Roberto Cearense. Nem o atacante Canga, artilheiro do time no Estadual, com nove gols, foi poupado, e reagiu com gestos obscenos aos insultos.

Num primeiro tempo de muitos gols perdidos e nenhum anotado, um ato ousado do meia Márcio Tarrafas, que não aceitou deixar o campo mesmo com a placa de substituições indicando sua saída, arrancou os únicos aplausos por parte da torcida durante os 90 minutos. Jean Mossoró, que entraria na partida, voltou para o banco de reservas desconsolado.

A cada minuto que passava a tensão em Maranguape aumentava. A ansiedade para marcar ficou ainda maior após a chegada da notícia do primeiro gol do Icasa. O clima só melhorou após o gol de Canga, em arrancada em velocidade e chute cruzado. A tensão voltou em dobro com o gol de empate, de Paulo Robson. O gol da vitória do Ferrão, marcado por Rafinha, de pênalti, foi o último suspiro do time na 1ª Divisão Estadual.

Isso porque o Icasa marcou o segundo e o terceiro gol em Juazeiro, que selaram a queda do time da Barra do Ceará. Ao torcedor coral, fica de consolo as palavras do fundador do clube, Valdemar Caracas, de 104 anos, durante a semana ao O POVO: “O Ferroviário é inacabável”. Que seja.

Compartilhar
Espaço do Leitor As informações são de responsabilidade do autor:
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários Nome Cidade Escreva seu comentário 300
o povo
anônimo
twitter
facebook
Erro ao renderizar o portlet: EN_Clubes

Erro: No module named aplication
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Erro ao renderizar o portlet: EN_Destaque Video Interna

Erro: No module named aplication