Logo Portal O POVO Online

Esportes

  • Ceará
  • Fortaleza
  • Ferroviário
  • Grêmio
  • Internacional
  • Flamengo
  • Vasco
  • Botafogo
  • Fluminense
  • Corinthians
  • São Paulo
  • Santos
  • Palmeiras
  • Cruzeiro
  • Atlético-MG
rss

Palmeiras Palmeiras

Especiais

Receba as notícias

RSS

14/02/2017 - 07h04

Veja o que Eduardo Baptista mudou em um mês de treinos no Palmeiras

O Palmeiras se reapresentou das férias há 35 dias, e apesar do pouco tempo já é possível ver mudanças no time que conquistou o título brasileiro. O técnico Eduardo Baptista disse que iria manter características de seu antecessor, Cuca, e aos poucos colocar o que lhe agrada na equipe, mas o esquema tático, posicionamento dos atletas e até a forma de marcação já estão entre as novidades para 2017. Veja abaixo:

- Esquema tático: Eduardo é adepto do esquema 4-1-4-1, formação que ele usa desde os inícios de trabalho na Academia de Futebol. Embora em alguns momentos a disposição se assemelhe ao 4-3-3 usado por Cuca, os mecanismos mudam, especialmente no trabalho defensivo dos pontas. Embora jogue no 4-1-4-1 em todos os clubes que passou, o técnico já avisou que aos poucos quer implementar outras opções táticas, como o 4-2-3-1, já usado durante os dois jogos do Paulista. Ele prefere fazer estes testes aos poucos, para não sobrecarregar os atletas no início de trabalho.

- Qual a diferença do 4-1-4-1 para o 4-3-3? No 4-3-3, quem pega o lateral adversário é o volante. O Cuca voltava com um lateral. O externo dele pegava o lateral. A gente faz a mesma coisa, a única diferença é que o meu externo ou meu ponta não volta até o fim com o lateral adversário. Chega um certo ponto, fica lateral com lateral. O Cuca descia com os dois laterais, como a gente faz. A única diferença é que eu seguro um pouquinho mais, não passo com o extrema na frente do meu lateral. Eu faço a troca e deixo meu extrema aberto. Mas é o 4-3-3, 4-1-4-1, e essa pressão que o Cuca fazia na bola a gente tem feito, bom que os jogadores já estão acostumados - explicou o treinador.

- Marcação: Os jogadores dizem que esta é a principal diferença. Cuca fazia marcação individual em peças do ataque rival, e Eduardo Baptista usa o sistema por zona. Se com o antecessor os pontas deveriam voltar para marcar o lateral adversário até a sua linha de fundo, agora os atacantes passam a responsabilidade ao lateral palmeirense no fim do campo de defesa. O mesmo vale para a "caça" do zagueiro a um atacante. Teoricamente, esta opção evita buracos na defesa, mas os palmeirenses ainda estão em adaptação.

- Tem algumas ideias diferentes em relação à parte tática, formação de equipe. O que mais usamos como exemplo é a questão da marcação. O Cuca, todo mundo sabe, tinha marcação individual. O Eduardo tem marcação por zona. São duas filosofias diferentes e a gente tem que tentar acelerar o processo. Trabalhamos com o Cuca por quase um ano com marcação individual, então é natural que o time tenha encorporado isso. Agora é assimilar e entender o mais rápido por isso essa marcação por zona - afirmou Fernando Prass.

- Posicionamento: A novidade que mais chamou a atenção foi ao ver Dudu deixar a ponta esquerda e jogar contra o Ituano na ponta direita, invertendo com Róger Guedes. O camisa 7 jogou assim pela Seleção Brasileira, contra a Colômbia, mas no Verdão foi um dos melhores do Brasileiro armando pelo lado esquerdo. Guedes, por sua vez, jogou a maior parte do tempo no clube pela direita. O próprio Dudu considera que o técnico está aproveitando o início de trabalho para fazer testes.

- Foi um teste. O treinador me colocou para jogar na direita e temos de adaptar, captar muito rápido para ajudar da melhor maneira possível. O torcedor me viu atuando mais na esquerda, viu que deu resultado, saímos campeões. Mas tem de ter tranquilidade - justificou Dudu.

- Goleiro: Em relação ao time campeão brasileiro, Jailson deixou a meta para a volta de Fernando Prass, recuperado da fratura que sofreu no cotovelo direito. O retorno do camisa 1, que chegou a 200 jogos pelo clube, não é uma surpresa, mas não deixa de ser uma diferença neste começo de trabalho.

OPINIÃO DOS REPÓRTERES:

Compartilhar
Espaço do Leitor As informações são de responsabilidade do autor:
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro a comentar esta notícia.
0
Comentários Nome Cidade Escreva seu comentário 300
o povo
anônimo
twitter
facebook
  • Em Breve

    Ofertas incríveis para você

    Aguarde

Vídeos

VÍDEO: assista aos gols de Ferroviário 10x0 Campo Grande pela Série B Cearense